Captação Ossopim
Captação Ideal Engenharia
invista em startups
Sushi

Japonês inventa aplicativo sobre atum para garantir bom sushi

Kazuhiro Shimura, diretor do Centro Criativo Futuro da agência publicitária Dentsu Group, demonstra uso do aplicativo Tuna Scope

06/07/2020 06h59
Por: Leonardo Brum
Fonte: Forbes
339
Kazuhiro Shimura, diretor do Centro Criativo Futuro da agência publicitária Dentsu Group, demonstra uso do aplicativo Tuna Scope
Kazuhiro Shimura, diretor do Centro Criativo Futuro da agência publicitária Dentsu Group, demonstra uso do aplicativo Tuna Scope

 

Se você já comprou sushi de supermercado, pode saber o trauma que atingiu Kazuhiro Shimura uma noite. Mas o atum “decepcionante” provocou uma ideia: desenvolver um sistema de inteligência artificial (IA) para garantir que seu jantar seja sempre delicioso.

Shimura, diretor do Centro Criativo Futuro da empresa de publicidade Dentsu Group, inventou o conceito de IA Tuna Scope ao mastigar seu prato cru enquanto assistia a um programa de televisão sobre comerciantes de peixe que passaram uma década dominando a habilidade de selecionar atum de alta qualidade para restaurantes de sushi.

Usando um algoritmo para analisar dados de classificação de comerciantes, o Tuna Scope agora evoluiu para um aplicativo para smartphone. Os clientes podem fazer o download e usá-lo em qualquer lugar, criando “um padrão de classificação unificado” para uma indústria que depende de know-how local, disse Shimura, que trabalha com a trading japonesa Sojitz Corp para promover sua tecnologia.

“Isso significa que as pessoas podem ter certeza de que estão comendo um atum delicioso”, afirmou Shimura à Reuters no mercador de peixe Misaki Megumi Suisan, que envia atum com certificação IA para o exterior.

Os peixes da mais alta qualidade – que podem pesar cerca de 300 kg – foram vendidos por mais de US$ 3 milhões em leilões anteriores de atum. De acordo com a Organização para a Promoção da Pesca Atuneira Responsável, cerca de 2 milhões de toneladas de atum são consumidas anualmente em todo o mundo, das quais o Japão representa um quarto. (Com Reuters)