Captação Ideal Engenharia
invista em startups
Carreira

5 maneiras de parecer mais inteligente em uma entrevista de emprego

Falar de maneira simples e ser dinâmico são pontos essenciais para deixar uma impressão positiva

17/09/2020 07h07
Por: Leonardo Brum
Fonte: Forbes
297
Falar de maneira simples e ser dinâmico são pontos essenciais para deixar uma impressão positiva
Falar de maneira simples e ser dinâmico são pontos essenciais para deixar uma impressão positiva

 

É natural querer impressionar alguém nas entrevistas de emprego. No entanto, tentar parecer mais inteligente do que é pode não ser o melhor caminho. Quando você tenta conseguir mais do que deveria, parece desesperado.

Mas, com o mercado de trabalho atual, a maioria das pessoas está em busca de uma vantagem. Todo mundo quer parecer mais esperto e, portanto, mais valioso para um empregador. Autenticidade é sempre a escolha mais inteligente para a entrevista.

Então, como você pode deixar sua inteligência brilhar quando há muita coisa em jogo?

1. Use linguagem simples

É contra-intuitivo, mas usar palavras grandes e sofisticadas não ajuda em nada. Como disse Einstein: “Se você não consegue explicar algo de forma simples, você não entendeu aquilo de verdade”. A vida é complicada o suficiente, especialmente nos dias de hoje. Não tente usar palavras impressionantes. Claro, você quer demonstrar que entende o jargão do seu setor. Mas o que você acha que a empresa está procurando: alguém que possa complicar um processo e torná-lo mais denso e difícil de entender? Uma conversa complicada não é o melhor caminho. Simplifique o seu discurso se quiser conseguir a oportunidade. Por que não escolher as palavras que mais ajudarão a todos? Se você usa palavras difíceis, mas não consegue o trabalho, bem, essa é a atitude mais inteligente?

2. Aprenda a ouvir

Já é sabido que inteligência emocional é mais importante do que QI. A IE significa sua capacidade de sentir e ler as emoções dos outros, enquanto mantém o controle sobre seu próprio estado emocional. A única maneira de aumentar sua inteligência emocional é aprendendo a ouvir. Às vezes, uma consideração cuidadosa é a parte mais importante da conversa. Em algumas situações, o silêncio é a melhor resposta. A inteligência fala para aqueles que a ouvem. Se você fala 100% do tempo na entrevista, como isso o está ajudando? Considere que as perguntas que você faz (e a maneira como processa as respostas do empregador) mostram sua inteligência emocional, e deixam você mais perto da vaga.

3. Use e faça conexões entre números relevantes de sua carreira

Lembre-se disso: muito do que é considerado “inteligência” é apenas boa memória. No processo de entrevista de emprego, tenha as principais métricas e dados ao seu alcance. É fácil memorizar informações, mas quais irão ajudá-lo mais? Faça uma lista de números-chave que você pode compartilhar: quantas pessoas você supervisionou, quantos seguidores nas redes sociais você ganhou, quanta receita você trouxe para a empresa no ano passado, essa é a ideia. Mas não se esqueça da importância da síntese: como você traz fatos e números para lidar com as questões atuais é onde o pensamento de nível superior aparece. Dados sozinhos nunca são suficientes. Certifique-se de conectar os fatos do passado às soluções do futuro.

4. Diga a verdade

Se você precisa ser alguém que não é para conseguir um emprego, isso nunca vai funcionar. Construir sua carreira em parecer algo ou em ficções é o oposto de ser inteligente. A conversa mais poderosa é baseada na honestidade. Qual é a coisa mais honesta que você pode compartilhar agora? Como você pode transformar a confiança em uma superpotência? Se você quer parecer mais inteligente, diga a verdade. Honestamente, você será contratado por seus insights e pela maneira como os compartilha, então não use fatos alternativos para construir sua carreira.

5. Não diga às pessoas que você é inteligente

Essa é a coisa mais estúpida de todas. Você já conheceu alguém que foi para uma determinado lugar e não conseguiu passar cinco minutos sem falar de si? Ou talvez alguém que cresceu em uma determinada cidade e sempre fala sobre isso? Esse tipo de marca pessoal repetitiva é exaustivo e contraproducente, especialmente no processo de entrevista de emprego. Dizer que você é inteligente gera suspeitas: se você é tão inteligente, por que está constantemente falando isso? O segredo da entrevista é parar de contar às pessoas sobre sua história e começar a demonstrá-la. A maneira mais fácil de fazer isso é por meio de um único termo: “por que”. É por que você frequentou determinada faculdade que descobriu algo, sobre sua área de especialização, sobre você, algo sobre liderar equipes. Entendeu? A expressão “por que” pode ajudar a conectar seu entrevistador à sua experiência anterior. Seja relevante, não redundante, se quiser fazer a jogada mais inteligente.