invista em startups
Aquisição

Fabricante de chips automotivos Renesas compra Dialog por 4,9 bi de euros

"A transação que anunciamos representa nosso próximo passo importante no plano de crescimento da Renesas", disse o presidente da empresa, Hidetoshi Shibata.

09/02/2021 06h44
Por: Leonardo Brum
Fonte: Reuters
227
© Reuters. Logo da Renesas fotografado em Tóquio, Japão
© Reuters. Logo da Renesas fotografado em Tóquio, Japão

 

A japonesa Renesas fez acordo para comprar a britânica Dialog Semiconductor por 4,9 bilhões de euros em dinheiro, em estratégia para fortalecer sua posição em tecnologia de baixo consumo de energia e conectividade em dispositivos inteligentes, carros e indústria.

Uma das maiores fabricantes de chips automotivos do mundo, a Renesas quer aproveitar as mudanças tecnológicas que têm colocando mais veículos elétricos nas ruas com tecnologia de direção assistida, enquanto o lançamento de redes 5G conecta bilhões de dispositivos à chamada internet das coisas.

"A transação que anunciamos representa nosso próximo passo importante no plano de crescimento da Renesas", disse o presidente da empresa, Hidetoshi Shibata. A Renesas ofereceu 67,50 euros por ação da Dialog, representando um prêmio de 20% em relação ao preço de fechamento de sexta-feira.

A Dialog, com sede na Grã-Bretanha, confirmou no domingo que recebeu uma oferta da Renesas após relatos da mídia de interesse da empresa japonesa e da fabricante de chips franco-italiana STMicroelectronics.

O presidente da Dialog, Jalal Bagherli, disse que o conselho de administração recomendou aceitar a oferta da Renesas após extensas discussões, acrescentando que a proposta ainda está sujeita ao código de aquisição do Reino Unido e que por isso poderá considerar qualquer contra-oferta. A STMicroelectronics não quis comentar.

A Dialog é especializada em chips de gerenciamento de energia e produtos bluetooth. Em 2018, a companhia aceitou transferir para a Apple pessoas e patentes envolvidas no projeto do chip de gerenciamento de energia usado em iPhones, em um negócio de 600 milhões de dólares.