invista em startups
IPO

Cosan confirma contratação de consultores para eventual IPO da Raízen

Em comunicado ao mercado, a Cosan afirmou que os acionistas controladores da Raízen estão "constantemente analisando" a listagem da empresa, mas que nem todas as decisões sobre a estrutura da oferta foram tomadas até o momento.

31/03/2021 07h00
Por: Leonardo Brum
Fonte: Reuters
223
© Reuters. Logo da Cosan em painel na bolsa de valores de São Paulo
© Reuters. Logo da Cosan em painel na bolsa de valores de São Paulo

 

A Cosan (SA:CSAN3) confirmou nesta terça-feira que está, em conjunto com a Shell (LON:RDSa) (SA:RDSA34), contratando consultores para iniciar os preparativos de uma eventual oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Raízen, joint venture das companhias brasileira e anglo-holandesa nos setores de açúcar, etanol, bioenergia e distribuição de combustíveis.

Em comunicado ao mercado, a Cosan afirmou que os acionistas controladores da Raízen estão "constantemente analisando" a listagem da empresa, mas que nem todas as decisões sobre a estrutura da oferta foram tomadas até o momento.

"Embora a listagem efetiva dependa de inúmeras condições que podem estar fora do controle da companhia, isso não impedirá a contratação de consultores para iniciar a preparação para uma eventual oferta, o que de fato está sendo feito", disse a Cosan.

A manifestação ocorre depois de a Reuters noticiar que, segundo fontes, a Raízen escolheu os bancos de investimento do BTG Pactual (SA:BPAC11), Bank of America (NYSE:BAC) (SA:BOAC34), Citi (NYSE:C) (SA:CTGP34) e Credit Suisse (SIX:CSGN) (SA:C1SU34) como coordenadores de seu IPO.

"Nossa intenção é estarmos preparados caso tais condições sejam atendidas e o momento de mercado esteja adequado", disse a Cosan em sua nota.

(Por Gabriel Araujo)