invista em startups
Resultado

Hypera Pharma: lucro líquido foi de R$ 305,1 milhões no trimestre, alta de 28,1%

A farmacêutica também reportou crescimento de 43,7% na receita líquida do período em relação aos primeiros três meses de 2020, atingindo R$ 1,17 bilhão.

26/04/2021 06h47
Por: Leonardo Brum
Fonte: Estadão
138

 

A Hypera Pharma registrou lucro líquido de R$ 305,1 milhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 28,1% ante o mesmo período do ano passado. A companhia somou Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) das operações continuadas de R$ 362 milhões, aumento de 45,6% na comparação anual.

A farmacêutica também reportou crescimento de 43,7% na receita líquida do período em relação aos primeiros três meses de 2020, atingindo R$ 1,17 bilhão. O sell-out (venda diretas ao consumidor) avançou 11,5%, ou 2 pontos porcentuais acima do crescimento do mercado, segundo o IQVIA, que realiza levantamentos relacionados à área de saúde.

Segundo a empresa, a alta na receita foi impulsionada principalmente pelo portfólio de medicamentos adquirido da Takeda e da família Buscopan e pelo crescimento orgânico de 11,5% do sell-out, que continuou sendo favorecido pela melhora gradual da demanda no varejo farmacêutico brasileiro observada desde o segundo semestre de 2020 e pelas iniciativas da companhia. Quando excluída a contribuição para a receita líquida do portfólio da Takeda e do Buscopan, o crescimento foi de 16,3%.

A companhia manteve a Margem Ebitda das Operações Continuadas, com expansão de 0,4 ponto porcentual, para 30,9% no primeiro trimestre. A empresa registrou fluxo operacional de caixa de R$ 151 milhões (redução de 11,5% ante o mesmo período de 2020), com geração livre de caixa negativa em R$ 3,399 bilhões, principalmente pelo pagamento da aquisição do portfólio de medicamentos da Takeda, líquido da venda do portfólio ex-Brasil e da marca Xantinon, no valor de R$3,3 bilhões.

De acordo com a Hypera, as despesas de Marketing tiveram crescimento de 17,6% ante o primeiro trimestre de 2020, somando R$ 214,7 milhões. Por outro lado, as despesas gerais e administrativas apresentaram aumento de 12,1%, atingindo R$ 55,9 milhões.