invista em startups
Aporte

B3 vai aportar R$600 mi em subsidiária de software para setor financeiro da Totvs

O acordo prevê que a B3 terá 37,5% de participação na TFS Soluções em Software após o investimento, com a Totvs detendo o restante.

13/07/2021 06h47
Por: Leonardo Brum
Fonte: Reuters
76
© Reuters. Logo da B3, em São Paulo (SP) 28/06/2018 REUTERS/Leonardo Benassatto
© Reuters. Logo da B3, em São Paulo (SP) 28/06/2018 REUTERS/Leonardo Benassatto

 

B3 e Totvs anunciaram nesta segunda-feira uma parceria na área de tecnologia para o setor financeiro, em que a operadora brasileira de infraestrutura para o mercado de capitais vai injetar 600 milhões de reais em uma subsidiária da produtora brasileira de software.

O acordo prevê que a B3 terá 37,5% de participação na TFS Soluções em Software após o investimento, com a Totvs detendo o restante.

A TFS é resultado de uma separação da Totvs da operação de soluções de gestão para o segmento de serviços financeiros. A empresa tem 400 funcionários e receita líquida em 2020 de cerca de 140 milhões de reais, afirmaram as companhias.

A carteira de produtos da TFS inclui plataforma para fundos de investimento, com soluções para o processamento e controle de "middle e back offices"; plataforma de soluções de "core banking" voltada a pequenos e médios bancos; e uma plataforma de processamento e gestão para operações de cartões private label, segundo as empresas.

"Com gestão independente e renovada, posição inicial de caixa líquido de 650 milhões de reais, total autonomia e foco no efervescente segmento de tecnologias B2B para o mercado financeiro, a TFS pretende ser a principal opção de tecnologia B2B para o setor financeiro", afirmaram as companhias.

Para a Totvs, a parceria com a B3, e consequente separação dos negócios da TFS do grupo, marca um primeiro negócio do tipo realizado pelo grupo de software corporativo e é "um exemplo de que temos buscado caminhos criativos para gerar ainda mais valor...através da criação de joint-ventures e de parcerias", afirmou a companhia.

A conclusão da operação precisa de aval de autoridades regulatórias.

(Por Alberto Alerigi Jr.)