invista em startups
Proptech

O Mundo dos Unicórnios: Loft

A startup paulistana oferece uma experiência totalmente digital: o cliente pode visitar os apartamentos desejados virtualmente

06/09/2021 06h55
Por: Leonardo Brum
Fonte: Forbes
142
A startup paulistana oferece uma experiência totalmente digital: o cliente pode visitar os apartamentos desejados virtualmente
A startup paulistana oferece uma experiência totalmente digital: o cliente pode visitar os apartamentos desejados virtualmente

 

A Loft opera como uma plataforma digital que usa a tecnologia para simplificar a compra e venda de imóveis. Fundada em 2018 por Florian Hagenbuch e Mate Pencz, a startup paulistana oferece uma experiência totalmente digital: o cliente pode visitar os apartamentos desejados virtualmente com visão 360º, além de assinar documentos, contratos e até mesmo a escritura do imóvel de maneira online.

Em janeiro de 2020, a companhia anunciou a captação de US$ 175 milhões em sua terceira rodada de investimentos, liderada pela Vulcan Capital e Andreessen Horowitz. Com o novo aporte, a startup levou sua avaliação de mercado a mais de US$ 1 bilhão, tornando-se o primeiro unicórnio brasileiro de 2020 e o 11º do país. O marco foi significativo, mas rapidamente ultrapassado: em pouco mais de um ano, o valor de mercado da empresa quase triplicou.

Depois de uma série D de US$ 425 milhões em março deste ano, a proptech levantou mais US$ 100 milhões em uma extensão da rodada para acelerar a contratação de talentos e consolidar seus planos de expansão geográfica no Brasil. Liderada pelo fundo de venture capital Baillie Gifford, a “segunda parte” da série D elevou o valuation da Loft de US$ 2,2 bilhões para US$ 2,9 bilhões.

Recentemente, a empresa concluiu a compra, por um valor não divulgado, de 100% da operação da CredPago, fintech que oferece serviço de aluguel de imóveis sem fiador. Com mais de 123 mil contratos e R$ 40 bilhões sob gestão, a CredPago cresceu mais de 10 vezes em faturamento nos últimos três anos, e deve fechar 2021 com mais de 200 mil contratos firmados por meio da plataforma. Com a aquisição, a proptech passou a oferecer aluguel de imóveis sem fiador, aumentando seu portfólio de serviços.

Em agosto, foi a vez da aquisição da startup CrediHome, que conecta grandes bancos a imobiliárias e portais, entre outros parceiros que atendem tomadores de crédito imobiliário. Embora o valor da operação também não tenha sido divulgado, a proptech revelou que, combinadas, as duas empresas vão originar R$ 6 bilhões em financiamentos ao ano.