invista em startups
Mobilidade

Tembici amplia parceria com iFood e expande cicloentregas

Tomás Martins, CEO da startup de micromobilidade, estima a oferta de 2,5 mil bikes elétricas para Recife, Salvador, Brasília e Porto Alegre.

11/11/2021 07h07
Por: Leonardo Brum
Fonte: Forbes
170
Tomás Martins e Mauricio Villar, cofundadores da Tembici (Crédito: Divulgação)
Tomás Martins e Mauricio Villar, cofundadores da Tembici (Crédito: Divulgação)

 

Lançado há um ano, fruto da parceria entre a startup de microbilidade Tembici e o iFood, o projeto Pedal contabilizou um milhão de entregas por meio de bikes elétricas e, agora, inicia uma nova fase de expansão das cicloentregas. Além de São Paulo e Rio de Janeiro, o Pedal chegará, em 2022, às cidades de Recife, Salvador, Brasília e Porto Alegre com um total de 2,5 mil e-bikes. Também serão disponibilizados equipamentos de proteção, como capacetes e pontos de apoio equipados com filtros de água, banheiros, mesas, microondas e postos de recarga.

Tomás Martins, CEO da Tembici, ressalta que a iniciativa nasceu da alta demanda de entregas no delivery e da necessidade de ampliar práticas mais sustentáveis. “Entendemos que a pandemia acelerou um movimento que só tem a crescer no Brasil e no mundo. Exemplo disso é que, em um ano, mais de 13 mil entregadores se cadastraram. A tendência de cicloentrega se consolida e nossa expectativa é de que haja cada vez mais expansão na utilização desses serviços”, explica.

A chegada a novas capitais, explica Tomás, já estava prevista em função do monitoramento que o projeto vem realizando em outras praças. “No início, ao acompanhar a demanda latente, começamos a refletir sobre o tipo de produto que poderíamos oferecer para atender a essa nova necessidade das cidades, ou seja, como utilizar a nossa experiência em bikes compartilhadas para desenvolver algo que, de fato, fosse pensado para esse novo uso, que surgiu com diversas particularidades, e, assim, incentivar e valorizar essas entregas sustentáveis.”

De acordo com o CEO, somando todas as entregas feitas neste período, o Pedal evitou 271 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera. Em setembro, a Tembici recebeu US$ 80 milhões (cerca de R$ 420 milhões) da gestora Crescera Capital. O aporte série C aconteceu um ano depois de a startup receber os US$ 47 milhões de Valor Capital Group e Redpoint Ventures. A companhia, que oferece 16 mil bicicletas na América Latina, usa os recursos para expandir o número de bikes elétricas para 26 mil em 2022, aumentar sua atuação nacional e investir em tecnologia.