invista em startups
Cripto

Tudo o que você precisa saber sobre a criptomoeda-meme Shiba Inu

Desde o seu início, a base de Shiba Inu aumentou para mais de 500 mil membros que reivindicam seus princípios como fundadores.

22/11/2021 07h13
Por: Leonardo Brum
Fonte: Forbes
185
Shiba Inu é uma altcoin (criptomoeda diferente de Bitcoin) construída na cadeia de blocos Ethereum que apresenta o cão de caça japonês Shiba Inu
Shiba Inu é uma altcoin (criptomoeda diferente de Bitcoin) construída na cadeia de blocos Ethereum que apresenta o cão de caça japonês Shiba Inu

 

Uma das tendências mais fortes no mundo das criptomoedas é a criptomoeda-meme, ou moedas construídas a partir de memes, ideias da Internet que atraem um pequeno grupo de investidores. A ascensão de altcoins como o Dogecoin levou à criação de outras moedas-meme, já que os investidores se divertiram – e fizeram uma fortuna ocasional – brincando com esses investimentos alternativos.

Mas quando o Dogecoin subiu mais de 7.000% praticamente da noite para o dia, os investidores direcionaram seus recursos para outras moedas subvalorizadas, na esperança de enriquecer com o próximo sucesso. O novo alvo é a moeda Shiba Inu, “projetada para matar o Dogecoin”.

O que é a moeda Shiba Inu?

Shiba Inu é uma altcoin (criptomoeda diferente de Bitcoin) construída na cadeia de blocos Ethereum que apresenta o cão de caça japonês Shiba Inu como seu mascote. O Shiba Inu é considerado uma alternativa ao Dogecoin por seus apoiadores, conhecidos como SHIBArmy.

A moeda-meme foi lançada em agosto de 2020 pelo misterioso Ryoshi como uma piada interna. De acordo com o relatório de 28 páginas, Shiba Inu é um experimento de “construção de comunidade espontânea descentralizada”. Foi projetado para responder a uma única pergunta: “O que aconteceria se um projeto de criptomoeda fosse 100% administrado por sua comunidade?”.

Desde o seu início, a base de Shiba Inu aumentou para mais de 500 mil membros que reivindicam seus princípios como fundadores: o projeto começou do zero e com zero;
a intenção de Shiba Inu é criar algo do nada; Shiba Inu não foi fundado a partir de uma comunidade existente ou equipe pré-montada; e os usuários devem compartilhar um amor declarado pelos cães Shiba Inu.

Como a moeda funciona?

Como um token baseado em Ethereum, o Shiba Inu é compatível com o vasto ecossistema Ethereum. De acordo com o relatório, Ryoshi decidiu lançar a moeda-meme no Ethereum devido à plataforma ser “segura e bem estabelecida”, o que permite que o projeto permaneça descentralizado e acessível a uma vasta base de usuários.

Você pode dividir o ecossistema Shiba Inu em três tokens. Shiba Inu é a moeda homônima do projeto, ostentando um total de 1 quatrilhão de moedas. Ryoshi afirma ter abandonado toda a sua participação na moeda, bloqueando metade em um grupo de liquidez e transferindo o restante para o cofundador da Ethereum, Vitalik Buterin. Mas, em vez de ficar com suas moedas, Buterin queimou a maioria delas e doou mais de US$ 1 bilhão para instituições de caridade.

Leash é o segundo token de Shiba Inu. Possui apenas 107.646 moedas em circulação. Bone. outro token, é o símbolo de governança de Shiba Inu que permite ao SHIBArmy votar em propostas futuras. Bone tem a segunda maior quantidade de moedas no sistema, com 250 milhões de tokens.

As moedas Shiba Inu são compradas e vendidas na bolsa descentralizada de Shiba Inu, a ShibaSwap. O ecossistema também possui a incubadora Shiba Inu, que visa descobrir novas formas artísticas fora do mainstream, e o Shiboshi, uma rede gerada por Shiba Inu de dez mil NFTs exclusivos disponíveis no blockchain Ethereum.

O Rally

Em outubro de 2021, o preço da moeda disparou mais de dez vezes, lançando-a a uma enorme capitalização de mercado de US$ 35 bilhões e a levando ao 10º lugar entre todas as criptomoedas por valor de mercado.

A valorização ocorreu por alguns motivos, com alguns alegando que o ímpeto começou quando o fundador da Tesla, Elon Musk, postou uma foto de seu filhote de cachorro Shiba Inu.

A moeda também se beneficiou da recente listagem na bolsa da Coinbase, que inundou o SHIBArmy com novos recrutas. Mesmo agora, a moeda continua a tendência devido à especulação da possibilidade (embora improvável) de que Robinhood possa listar Shiba Inu em sua plataforma.

Riscos da moeda Shiba Inu

Como um todo, a criptomoeda é um investimento amplamente especulativo que traz muitos riscos. Devido à extraordinária volatilidade e falta de regulamentação, mesmo as moedas projetadas para substituir o ativo real apresentam riscos elevados.

Mas Shiba Inu não é dinheiro real ou mesmo uma criptomoeda “real” como Bitcoin ou Ethereum. Em vez disso, é um ativo construído a partir de um meme, uma piada baseada em outra piada. O sucesso, como tantos outros altcoins, é baseado no tamanho e no crescimento de sua comunidade, não em sua utilidade.

O Bitcoin, por exemplo, embora seja um investimento especulativo que enriqueceu alguns investidores, foi originalmente criado como um sistema financeiro ponto a ponto para substituir o sistema bancário tradicional. O blockchain subjacente traz utilitários separados na forma de contratos inteligentes, ampla visibilidade e autonomia total.

Mas muitos altcoins não possuem esses recursos. O Shiba Inu foi lançado diretamente em circulação em um blockchain previamente estabelecido com baixo custo e pouco esforço. Além disso, o valor da moeda-meme é baseado inteiramente no frenesi especulativo alimentado pelas mídias sociais e na empolgação com os tweets de uma celebridade.

Mesmo depois de sua grande recuperação, as moedas de Shiba Inu custam uma fração de centavo cada. No auge, em 31 de outubro, você poderia comprar incríveis 1,5 milhão de tokens SHIB com apenas US$ 100.

Os investidores devem comprar Shiba Inu?

Os recrutas do SHIBArmy argumentam que o ecossistema de Shiba Inu é útil além da comunidade, devido aos contratos inteligentes, NFTs e oportunidades de mineração de liquidez.

E, como o quinto contrato mais conhecido da rede, a popularidade do ativo continua crescendo. E, devido ao apoio da Ethereum, é compatível com uma rede robusta de serviços financeiros descentralizados (DeFi), o que permitiria a incorporação imediata em qualquer número de produtos que rendem juros.

Mas, além desses usos, o Shiba Inu permanece basicamente o que foi criado para ser: uma moeda-meme sem nenhum valor ou valor de investimento inerente, incapaz de comprar bens do mundo real, fora de sua base de usuários imediata. E como o investidor médio mantém Shiba Inu por apenas 11 dias, as evidências sugerem que mesmo os entusiastas da criptografia o veem como um bilhete de loteria para a riqueza, em vez de um ativo apreciável.

Até que isso mude, Shiba Inu continuará como foi criado: um meme de um meme, uma piada de uma piada, um mercado de US$ 35 bilhões construído a partir do nada e de fotos de cachorros fofos. Como tal, como a maioria das moedas-meme, está longe de ser um investimento ideal para investidores de varejo, a menos que você colecione moedas novas.